A prática esportiva e a dor no joelho

A prática esportiva e a dor no joelho

O joelho tornou-se a articulação em destaque na traumatologia do esporte devido à elevada incidência de lesões decorrentes da prática esportiva. Em estudos recentes de biomecânica, concluiu-se que é a articulação do corpo humano que mais trabalha próximo aos seus limites fisiológicos, ou seja, no coeficiente entre destruição tecidual e reconstrução, existe grande chance de a segunda prevalecer e, consequentemente, haver lesão.

Portanto, não só a prática esportiva, mas também atividades repetitivas da vida diária, como subir e descer escadas, andar, agachar-se podem desencadear dor e inchaço, sem causa maior aparente.

Basicamente, a sobrecarga é causada por aumentos repentinos na intensidade e volume do treino em quem já pratica esporte ou naqueles que começam a praticar de maneira abrupta, sem o preparo físico adequado e sem a orientação de um treinador.

Dor é sinal de lesão. É seu organismo lhe dizendo que algo não vai bem. Portanto, se o joelho dói, ou está inchado é hora de parar, procurar um médico ortopedista, reabilitar-se e, posteriormente, retornar ao esporte.

Principais lesões:

• Tendinites;

• Bursites;

• Fraturas de estresse;

• Condropatias;

• Sindrome atrito iliotibial.

Ver perfil

Matéria Por

Dr. Jorge Luiz Augustin Junior

Ortopedia e Traumatologia

CRM/SP 131.088 TEOT 12432 | São José do Rio Preto

Deixar Comentário